sexta-feira, 24 de abril de 2015

City - DNA

Olá.
Tudo?
Tudo!
Nem sequer sabia que esta marca existia (DNA) quando, num dia perfeitamente banal, igual a tantos outros, ando a passear pelas internets da vida e sou literalmente esbofeteada por fotografias deste City, visco produzido pela tal de DNA.
Fiquei transtornada, coisa que só se agravou quando tive o privilégio de o poder segurar em mãos pessoalmente, cortesia da minha querida Claudia Ladewig.































Não tenho palavras para isto.
Ele é lindo, maravilhoso, deslumbrante.
Ok, eu não o consideraría um holográfico, porque senão vocês vão ficar desiludidas quando o usarem. Mas isso faz parte, na verdade, do charme dele. Ele é uma gosma de cor indefinida, que balança entre o cinza, o castanho e um vinho bizarro, que dança na nossa cara em ligeira duocromicidade (sim, inventei agora), e que aproveita para dar ali uma sambadela holográfica, em salto agulha, mais uma vez no referido rosto de cada bebé.
Eu achei isto a cara da riqueza e, como se não lhe bastasse ser divino, ainda é super fácil de aplicar, daqueles que cobre com uma camada só, sem mariquices para se espalhar na unha e com boa secagem e essas coisas todas. Não sei que city é esta, mas quero lá morar para sempre.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

(653) Wisteria - Kiko (Cupcakes)

Olá.
Tudo?
Tudo!
Já há tanto tempo que não posto aqui um docinho... hoje tem que ser, porque já ando com falta de açucarzinho no sangue.



























Eu sei que ainda há muita gente que não se conseguiu convencer a gostar deste acabamento, mas a minha pergunta é "COMO É QUE É POSSIVEL???". E reparem que incluí nada mais nada menos do que TRÊS pontos de interrogação na coisa. Tal é o meu nível de incredulidade face à resistência sobre-humana que é necessário ter para mão amar estas coisinhas mái fofas do mundo.
Gosminha mimosa, em cores fofézimas, com um acabamento ultra delicado (nada de cimento nas unhas), e com aquele pontilhadinho amoroso de corzinhas deliciosas. É tudo amor demais num único frasco. Eu não me resisto a soltar gritinhos de emoção, assim que passo as duas camadinhas simples do costume, e o deixo secar bem sequinho.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

(124) Cool Accessories - Purple Professional (Beach Superstar Colllection)

Olá
Tudo?
Tudo!
Esta Primavera/Verão anda mais indecisa que eu quando se me deparo com uma prateleira cheia de gosmas. Nem para a frente, nem para trás. Ora já está com as manguinhas de fora e a malta vai toda nua para a praia, ora faz cara feia e enche-se de nuvens para que uma pessoa nunca consiga andar bem apresentada na rua. Pelo sim pelo não agora saio sempre de casa de galochas calçadas, e com um par de havaianas debaixo do braço, não vá o diabo tecê-las.
Esta é uma situação que é chata até porque a Purple Professional se me mandou uns neonzinhos de Verão total, e eu aqui na sombra, à espera de os poder usar. Como não me apeteceu ficar mais tempo no resguardo das cores solarengas, ora tomem lá com amarelo marcador de livros!



























Adorei!
Todas sabemos que o pigmento neon nunca cobre sozinho a unha. É uma coisa super rara. Só para não falar sem saber, apliquei três camadas deste Cool Accessories numa unha nua, para ver como se comporta o animal. E uma coisa vos posso dizer: tem uma cobertura de uns 75%, o que não é nada mau para uma cor destas. Ele não é aguado e nem translúcido, então não nos enlouquece enquanto o tentamos entascar na unha.
Como, mesmo assim, quería um acabamento mais tchanan, apliquei aqui uma camada de branco seguida de duas deste amarelo cegante. Terminei com uma camada de topcoat porque ele seca meio enfoscalhado como a grande maioria dos neons. O resultado foram estas unhacas vibrantes, que alumiam trilhas escuras.
Como sou bicha exageradeira, em mim caíram que nem luvas mas para as bebés mais discretas sabem para que é que ele também serve? Para base de uma carimbadela maravilhosa. Fica verdadeiramente um resultado fantástico.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

(497) Pearly Indian Violet - Kiko

Olá.
Tudo?
Tudo!
Para quem quer usar o Taboo da Chanel sem querer, para isso, largar os 22€ e qualquer coisa que ele custa, há sempre a possibilidade de se deslocar a uma loja Kiko e abarbatar aquele que é o clone da cara gosma.
































Aqui o amiguinho 497 já se encontra naquele patamar mítico a que só o 336 tinha ascendido, ou seja, ser reconhecido só pelo número. Se na ânsia de conseguirem o Electric Blue muitas bebés decoraram o 336, este clone de Taboo não lhe fica atrás e já se tornou um numeral comum na boca das aficcionadas.
E eu, que inclusivé já tinha o Taboo (momento-cagança), não resistí a comprar este bandalho também.
- Então deusa, tu que és a possuidora de ambos, como avalias o nível de semelhança entre os dois?
Bem perguntado, vassalas que tanto amo.
No frasco: iguais. Ligeira belezura extra para o Kiko, devido ao corte, espessura, etc do frasco.
Na unha: iguais. Ligeira belezura extra para o Kiko, que fica com um ar mais composto, por causa da espessura da própria gosma.
No quesito aplicação e durabilidade: 1000 pontos extra para o Kiko, já que o Chanel descasca as pontas ainda no primeiro dia de uso, ficando com um ar meio relezito. Isso e o pincel da Kiko dá uma abada naquele anorético molho de pelos que a Chanel enfia nas tampas.
Quanto ao preço.... nem preciso falar, certo?
Então, e embora as imagens não o consigam ilustrar, o 497 é um bebé que é lindinho e ultra féxium e que vocês não podem deixar de ter no vosso espólio. E, por mais que me custe dizer isto, que se lixe a Chanel.